24/08/2020

BNDES escolhe consórcio para realizar estudos para privatizar Correios

 BNDES escolhe consórcio para realizar estudos para privatizar Correios



_Grupo vencedor é formado por Accenture do Brasil Ltda e Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados_

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) selecionou o consórcio Postar para a realização dos estudos para a privatização dos serviços postais no Brasil. O grupo vencedor é formado por Accenture do Brasil Ltda e Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados. Objetivo, segundo o banco, é buscar alternativas de parceria com a iniciativa privada para gestão do serviço postal, atualmente prestado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

O banco informou que uma das demandas é a expansão da qualidade da infraestrutura pública e a melhoria dos serviços públicos a partir da ampliação dos investimentos.

O Postar venceu a concorrência com uma proposta de R\$ 7,89 milhões. O processo, iniciado em maio, teve participação de nove consórcios.

O BNDES informou que os estudos serão coordenados pelo próprio banco com a supervisão do Comitê Interministerial, que incluiu a ECT no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). O Comitê, formado por membros dos Ministérios da Economia e Comunicações e da própria ECT, tem como objetivo acompanhar e opinar sobre os estudos que serão realizados.

Fonte: Valor Econômico

Notícias Relacionadas
 Busca por motoristas profissionais é foco das transportadoras em 2023

27/01/2023

Busca por motoristas profissionais é foco das transportadoras em 2023

Um dos desafios que as transportadoras estão enfrentando no transporte rodoviário de cargas (TRC) é a falta de motoristas profissionais. Segundo a Pesquisa CNT Perfil Empresarial, em 202 (...)

Leia mais
 Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

26/01/2023

Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

O setor de galpões logísticos e industriais do país teve um 2022 intenso em novas entregas. Segundo a consultoria JLL, o novo volume que chegou ao mercado no ano passado foi de 3,1 milhõ (...)

Leia mais
 ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário

24/01/2023

ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou a alteração semestral do piso mínimo de frete rodoviário, proposto pelo Anexo II da Resolução 5.867/2020 instituído pela Polít (...)

Leia mais

© 2023 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.