27/01/2021

Armário inteligente ganha espaço

 Armário inteligente ganha espaço


Já comum em gigantes do exterior, como a Amazon, os armários inteligentes começam a ganhar espaço nas estratégias logísticas de empresas brasileiras.O cliente tem a opção de fazer a retirada no endereço onde o armário está instalado. Para abrir a porta e retirar o produto, ele precisa inserir um código de autorização ou escanear com o celular um QR code.

A varejista B2W apostou no formato. São 80 armários instalados em postos de gasolina e estações de metrô - a projeção é chegar a 300 neste ano. O modelo é fornecido pela startup Clique Retire, que até o fim de 2020 tinha 160 ‘lockers’ no país.

A Clique Retire também fechou parcerias com as operadoras de shopping centers BR Malls e Aliansce Sonae, e com BR Distribuidora e DHL Express.

O iFood mantém 300 armários instalados em prédios comerciais e residenciais, especialmente em São Paulo e Rio de Janeiro.

Mas a alternativa entrou até mesmo no radar dos Correios.

A estatal já tem armários inteligentes no Distrito Federal e no Rio de Janeiro e até o fim do primeiro semestre de 2021, pretende operar 63 lockers nas duas unidades federativas.

Notícias Relacionadas
 Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

23/04/2024

Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

A vacância de condomínios logísticos no Brasil segue em queda, mas em ritmo lento. Já o preço cobrado pelas locações subiu 7,4% no país em um ano, acima da inflação. No Estado de São Pau (...)

Leia mais
 JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

23/04/2024

JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

A JSL recebeu o prêmio global “Fornecedor do Ano”, da General Motors North America, no último dia 10, em Miami. Única brasileira a receber o prêmio, a companhia foi contemplada na catego (...)

Leia mais
 Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

22/04/2024

Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

Apontada pelo setor de transporte marítimo de carga como um momento de desarranjo logístico, a pandemia impactou a oferta de contêineres, afetou o preço do frete e bagunçou as cadeias gl (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.