22/02/2021

Vacina da Pfizer pode ser armazenada em refrigerador hospitalar comum

 Vacina da Pfizer pode ser armazenada em refrigerador hospitalar comum


A Pfizer e a BioNTech disseram nesta sexta-feira que enviaram à Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora dos EUA, dados que mostram que a vacina contra a covid-19 desenvolvida por elas permanece estável quando armazenada entre -25 e -15 graus Celsius, temperaturas atingidas por refrigeradores hospitalares comuns.

Os dados foram submetidos à FDA para que a autorização de uso emergencial da vacina nos EUA seja atualizada, permitindo que os frascos com as doses sejam armazenados nessas novas temperaturas por um total de duas semanas antes da aplicação.

Atualmente, a diretriz diz que as vacinas da Pfizer/BioNTech precisam ser guardadas em ultracongeladores, a temperaturas entre -60 e -80 graus Celsius, o que dificulta a logística de distribuição e aplicação do imunizante.

A alteração também tornaria a vacina mais acessível a países pobres, que não têm acesso aos equipamentos sofisticados exigidos até então para armazená-la.

Nas temperaturas ultrafrias, porém, as vacinas podem ser guardadas por seis meses, um período mais longo do que o sugerido para o armazenamento em refrigeradores comuns, segundo as empresas.

O cofundador da BioNTech, Ugur Sahin, disse que os dados sobre a temperatura permitem que a vacina seja manuseada em farmácias comuns. Segundo ele, a possibilidade de armazenar em temperaturas não tão frias dará aos centros de vacinação “mais flexibilidade” na hora de aplicar as doses.

Conforme mais dados sobre a estabilidade dos imunizantes forem obtidos, Pfizer e BioNTech disseram acreditar que a data de validade das vacinas poderá ser estendida. As empresas também avaliam que será possível armazenar as doses em temperaturas mais elevadas em prazos curtos.

Notícias Relacionadas
 CNT realiza pesquisa para avaliar o impacto das enchentes no Rio Grande do Sul sobre as empresas

24/05/2024

CNT realiza pesquisa para avaliar o impacto das enchentes no Rio Grande do Sul sobre as empresas

Para que a CNT (Confederação Nacional do Transporte) desenvolva medidas de apoio mais eficazes aos transportadores impactados pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a Confederação está re (...)

Leia mais
 Estudo sobre frotas sustentáveis aponta inovação e investimento sem precedentes em momento de transição energética ativa

24/05/2024

Estudo sobre frotas sustentáveis aponta inovação e investimento sem precedentes em momento de transição energética ativa

Agora em sua quinta edição, o relatório State of Sustainable Fleets 2024, divulgado nesta segunda-feira (20), lança luz sobre um setor que está passando por um momento de transição ativa (...)

Leia mais
 JSL investe em simulador de direção para mais segurança dos motoristas

23/05/2024

JSL investe em simulador de direção para mais segurança dos motoristas

Com foco na segurança e treinamento de sua equipe de motoristas, a JSL, empresa com o maior portfólio de serviços logísticos do país, investiu R$ 2 milhões na aquisição de um simulador d (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.