21/01/2021

"Santos Brasil: analistas veem movimento estratégico em vitória de edital para exploração de nova área"

 "Santos Brasil: analistas veem movimento estratégico em vitória de edital para exploração de nova área"


A vitória da Santos Brasil (STBP3) para explorar temporariamente uma nova área de Saboó, no Porto de Santos, foi interpretada como um movimento estratégico pelos analistas do BTG Pactual (BPAC11), pois o cais é peça-chave para a capacidade de contêineres em Santos no longo prazo.

A Santos Brasil venceu o edital para exploração de 64 mil m² no cais do Saboó pelo período de 180 dias. A companhia movimentará contêineres vazios, além de cargas geral e de projeto.

Essa é a segunda concessão temporária que a Santos Brasil recebe em Saboó. Em 2019, a empresa venceu a licitação da Área 2, de 42 mil m², que já foi renovada uma vez.

“Essa última licitação mostra que a Santos Brasil continua focada em aumentar a capacidade em Santos, o que já está acontecendo com o andamento da expansão de Tecon Santos”, afirmaram Lucas Marquiori e Fernanda Recchia, autores do relatório divulgado pelo BTG na segunda-feira.

O banco destacou que a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), órgão regulador do setor, tem a intenção de combinar as áreas de todos os operadores pequenos e independentes em Saboó para leiloá-las como um grande terminal.

“As operações temporárias darão à companhia uma leitura importante do terminal, que deve ser leiloado no futuro”, acrescentaram os analistas.

O BTG indicou a compra da ação da Santos Brasil, com preço-alvo para os próximos 12 meses de R$ 6. A vitória na licitação reforça a visão já bastante otimista do banco sobre o nome, considerando, dentre diversos fatores, a recuperação das operações e os recursos levantados na oferta de ações realizada no segundo semestre do ano passado.

A perspectiva da Ágora Investimentos sobre a licitação é de que a Santos Brasil está adquirindo experiência para movimentar outras cargas como parte do seu plano de usar o dinheiro da oferta para licitar outras concessões. A corretora reiterou a compra do papel, com preço-alvo para 2021 de R$ 10.

Notícias Relacionadas
 13% do PIB do País é gasto em logística, afirma empresário do setor

28/02/2024

13% do PIB do País é gasto em logística, afirma empresário do setor

A colisão entre um caminhão e um trem, ambos carregados, no dia 18 deste mês, em Rolândia (PR), foi mais um retrato de situações que atrasam entregas e elevam o custo de logística no Bra (...)

Leia mais
 Mundial Logistics Group apresenta novo posicionamento de marca e inova no setor de saúde

27/02/2024

Mundial Logistics Group apresenta novo posicionamento de marca e inova no setor de saúde

A Mundial Logistics Group, empresa de soluções em logística promocional e operador logístico para a indústria da saúde, anuncia seu novo posicionamento, concentrando a sua operação em du (...)

Leia mais
 Grupo ID Logistics registra crescimento acelerado de dois dígitos no 4º trimestre de 2023

27/02/2024

Grupo ID Logistics registra crescimento acelerado de dois dígitos no 4º trimestre de 2023

O grupo ID Logistics, líder europeu em logística contratual e presente em 18 países em todo o mundo, apresentou em 2023 receita de 2.747 bilhão de euros, com crescimento de 10,7% em rela (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.