22/09/2022

Problemas logísticos impediram exportação de 3 milhões de sacas de café em 2021

 Problemas logísticos impediram exportação de 3 milhões de sacas de café em 2021



Exportadores de café calculam que aproximadamente 3 milhões de sacas do produto deixaram de ser enviadas ao exterior em 2021 por conta dos reflexos dos problemas logísticos do transporte marítimo mundial, que influenciaram na menor oferta de navios e contêineres. O diretor técnico do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), Eduardo Heron Santos, disse que apesar de os prazos serem cumpridos pelos exportadores, ainda existem cargas acumuladas no Porto de Santos (SP) que não foram embarcadas. Esse cenário, segundo Heron, trouxe prejuízo da ordem de US$ 450 milhões às exportações no ano passado.


O diretor disse que, com a chegada da carga ao Porto de Santos (SP), muitas vezes ocorreu a falsa impressão de que os embarques de café estavam fluindo normalmente. “Cumprimos deadlines de carga, retiramos o contêiner, estufamos no interior e devolvemos a carga no porto. Aí começa nossa ‘Via Crucis’ quando conseguimos colocar o contêiner do terminal”, relatou Heron durante reunião promovida pelo Comitê de Usuários dos Portos e Aeroportos do Estado de São Paulo da Associação Comercial de São Paulo (Comus/ACSP), na última terça-feira (20).


Heron observa que o café, como todas as commodities, foi impactado pela crise logística global, com dificuldades para todos os setores da importação e exportação, com falta de disponibilidade de navios, causando alta dos fretes e problemas de rolagens consecutivas de carga porque havia concentração grande no tráfego das principais rotas do comércio marítimo global.


O diretor lembrou que, em novembro do ano passado, foi iniciado o primeiro embarque de café como carga geral, usando uma modalidade comum há 50 anos atrás, quando era comum embarcar café em sacas de 60 quilos nos porões de navios. “Tivemos um processo readaptado à situação logística. Vimos na exportação um cenário em que importador precisava do café e não havia navio para transportar a carga. Constatamos elevados custos marítimos que levaram as transações para níveis estratosféricos”, relatou.


Heron acrescentou que não está havendo a melhora projetada, ao final do ano passado, por armadores e agentes marítimos que ocorreria a partir do segundo semestre de 2022. Ele contou que julho foi um bom mês para os exportadores de café, mas que o cenário favorável não se repetiu em agosto. A avaliação do Cecafé é que, de agora até a entrega das embarcações encomendadas pelos armadores previstas para chegar a partir do segundo semestre de 2023 e em 2024, pode ser que a situação volte ao normal. “Até lá, vamos viver a volatilidade dos desafios mensais. É muito prematuro fazer diagnóstico de como será a logística nos próximos meses. Será um mês de cada vez”, explicou.


Fonte: Portos e Navios



Notícias Relacionadas
 Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

04/10/2022

Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

Pelo segundo ano consecutivo, o Ministério da Infraestrutura dedicou o mês de setembro a ações que incentivam a modernização do transporte sobre trilhos no país e a ampliação da malha fe (...)

Leia mais
 Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

04/10/2022

Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

A logística no Brasil precisa de intervenções urgentes nos próximos 15 anos para não entrar em colapso. Mesmo com um território continental, 62% de toda carga é transportada por rodovias (...)

Leia mais
 Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

04/10/2022

Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

Foi celebrado, na semana passada, o contrato de compromisso para aquisição pelo Grupo Coopercarga do controle da empresa TSV Transportes Rápidos, que atua com cargas fracionadas de alto (...)

Leia mais

© 2022 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.