03/11/2023

Governo federal propõe plano para introdução gradual do diesel verde até 2037

 Governo federal propõe plano para introdução gradual do diesel verde até 2037



O governo federal está prestes a apresentar um ambicioso plano para a introdução gradual do diesel verde no mercado brasileiro, com uma proporção que varia de 1% a 3% entre os anos de 2027 a 2037. Este projeto, denominado "Combustível do Futuro", será encaminhado ao Congresso Nacional, representando um passo significativo em direção à redução das emissões de carbono e ao cumprimento das metas de sustentabilidade estabelecidas na Agenda 2030 das Nações Unidas.


O diesel verde, conhecido por sua baixa emissão de carbono, é considerado o combustível do futuro e desempenha um papel crucial nas iniciativas governamentais para atingir os objetivos relacionados à sustentabilidade. O transporte rodoviário de cargas (TRC) é particularmente impactado, pois o diesel é a principal fonte de combustível para caminhões.


O Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Estado do Paraná (Setcepar) expressou seu apoio entusiástico à adoção do diesel verde como uma alternativa mais sustentável e menos poluente em comparação com o diesel fóssil. Silvio Kasnodzei, presidente do Setcepar, enfatizou a importância de conscientizar empresas e entidades do setor de transportes sobre o diesel verde e a necessidade de oferecer treinamentos para motoristas, destacando-o como uma opção de combustível limpo que contribui para a sustentabilidade global.


Atualmente, o governo federal já está trabalhando na implementação de combustíveis sustentáveis, com um investimento estimado de cerca de R$ 400 bilhões que serão destinados ao chamado "plano de transição verde". Este plano abrange uma ampla gama de projetos, incluindo conservação e restauração florestal, saneamento, gestão de resíduos, ecoturismo, agricultura de baixa emissão, energia renovável, mobilidade urbana, transporte e logística, tecnologia da informação e comunicação, bem como infraestrutura verde.


O presidente do Setcepar ressaltou a importância de um esforço conjunto entre as empresas do setor de transporte e o governo para garantir a efetiva implementação do diesel verde. Ele encorajou as empresas a investirem em veículos movidos por combustíveis alternativos, como o gás natural e o biocombustível, e a adotarem práticas de condução mais eficientes como parte desse esforço coletivo em direção a um futuro mais sustentável.



Notícias Relacionadas
 13% do PIB do País é gasto em logística, afirma empresário do setor

28/02/2024

13% do PIB do País é gasto em logística, afirma empresário do setor

A colisão entre um caminhão e um trem, ambos carregados, no dia 18 deste mês, em Rolândia (PR), foi mais um retrato de situações que atrasam entregas e elevam o custo de logística no Bra (...)

Leia mais
 Mundial Logistics Group apresenta novo posicionamento de marca e inova no setor de saúde

27/02/2024

Mundial Logistics Group apresenta novo posicionamento de marca e inova no setor de saúde

A Mundial Logistics Group, empresa de soluções em logística promocional e operador logístico para a indústria da saúde, anuncia seu novo posicionamento, concentrando a sua operação em du (...)

Leia mais
 Grupo ID Logistics registra crescimento acelerado de dois dígitos no 4º trimestre de 2023

27/02/2024

Grupo ID Logistics registra crescimento acelerado de dois dígitos no 4º trimestre de 2023

O grupo ID Logistics, líder europeu em logística contratual e presente em 18 países em todo o mundo, apresentou em 2023 receita de 2.747 bilhão de euros, com crescimento de 10,7% em rela (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.