03/05/2024

Encontro online da aborda indicadores de RH

 Encontro online da aborda indicadores de RH



Ao seguir o cronograma de ações da Diretoria de Capital Humano, a ABOL realizou, na manhã desta sexta-feira, uma reunião online sobre a importância dos Indicadores de RH, que são métricas utilizadas para medir o desenvolvimento e os resultados da área de Recursos Humanos de uma empresa. Eles são vistos como fundamentais para constatar se as medidas tomadas pelo departamento estão realmente trazendo um retorno positivo.


O tema foi conduzido pelo gerente de Remuneração e sócio da Carreira Muller (CM) e pela coordenadora de Remuneração da consultoria, João Resch e Juliana Castro, respectivamente. “Esses encontros buscam contribuir com a estratégia das organizações, de forma a permitir uma tomada de decisões mais certeira baseada em informações”, destacou a diretora de Capital Humano da ABOL, Ana Thomé, responsável pelo planejamento dos trabalhos.


O destaque ficou para os principais indicadores medidos pelas empresas, conforme estudo desenvolvido pela CM com 678 companhias. No topo da lista ficou o Turnover, responsável por mensurar a quantidade de funcionários que deixam a organização durante determinado período. “A apuração do turnover é importante pois traz outras respostas que fazem o RH ter ações preventivas e não corretivas, antes que seja gerado um custo ou problema interno muito grande”, observou Juliana.


Resch considera o Turnover um indicador crítico de negócios. “Para os gestores, incomoda muito ter pessoas saindo o tempo todo. Mas, vale destacar que muitos acompanham, mas não colocam uma meta. É preciso analisar historicamente os dados e planejar o que seria ideal para os próximos anos. Olhar para trás e para traçar o que quer para frente. A meta média das empresas é de 18%”, disse.


Os demais indicadores acompanhados pelas empresas são o absenteísmo, horas de treinamento, relação entre horas extras e horas trabalhadas, tempo médio de preenchimento de vagas, acidentes no local de trabalho, custos dos benefícios e índice de recrutamento interno. Quando se trata das tendências, os especialistas apontam como prioridade a diversidade, inclusão e igualdade de gênero.


“As pessoas e a mídia estão atentas nisso, então consequentemente tem impacto direto nas empresas. Além disso, quando outra companhia vai contratar, ela avalia se atende esses requisitos. É fundamental acompanhar, entender as possibilidades e saber a melhor forma de implantar isso”, orientou Juliana.



Notícias Relacionadas
 Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

13/06/2024

Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

Indústrias no Rio Grande do Sul estão retornando paulatinamente a sua produção anterior às enchentes que assolaram o Estado no início de maio. Para uma retomada plena, no entanto, as emp (...)

Leia mais
 DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

11/06/2024

DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

A DHL Express está investindo R$ 23 milhões em um novo Gateway no Aeroporto de Viracopos em Campinas (SP). Este novo centro de processamento de cargas importadas será o maior da DHL Expr (...)

Leia mais
 Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

11/06/2024

Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

Pelo segundo ano consecutivo, a Tegma Gestão Logística elaborou e apresenta ao mercado seu Relatório Integrado, relacionando em detalhes as ações desenvolvidas pela companhia em sustenta (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.