11/03/2024

Demanda por carga aérea aumenta 18,4% em janeiro

 Demanda por carga aérea aumenta 18,4% em janeiro



A Associação do Transporte Aéreo Internacional (IATA) divulgou os resultados dos mercados globais de transporte aéreo de carga de janeiro de 2024, indicando um início de ano vigoroso. A demanda total, medida em toneladas de carga por quilômetro (CTKs*), registrou um aumento de 18,4% em relação a janeiro de 2023 (com um aumento de 19,8% nas operações internacionais). Esse crescimento substancial marca o maior aumento anual em toneladas de carga por quilômetro (CTKs) desde o verão de 2021.


A capacidade, medida em toneladas de carga disponível por quilômetro (ACTKs), aumentou 14,6% em comparação com janeiro de 2023 (com um aumento de 18,2% nas operações internacionais). Este aumento deve-se em grande parte ao crescimento de 25,8% na capacidade de transporte de carga em aeronaves de passageiros em relação ao ano anterior, impulsionado pelo fortalecimento dos mercados de passageiros.


"A demanda por carga aérea aumentou 18,4% em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado. Este é um forte início de ano. Em particular, o setor de comércio eletrônico em expansão continua ajudando a demanda por carga aérea a manter a tendência acima do crescimento, tanto do comércio quanto da produção, desde o último trimestre de 2023. O contrapeso desta boa notícia é a incerteza sobre a desaceleração econômica da China. Esse tema estará na agenda de discussões dos executivos de carga aérea que se reunirão em Hong Kong na próxima semana para o Simpósio Mundial de Carga Aérea da IATA, com foco em digitalização, eficiência e sustentabilidade", comentou Willie Walsh, diretor geral da IATA.


Desempenho por Região em Janeiro de 2024


As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico relataram um aumento de 24,6% nos volumes de carga aérea em janeiro de 2024 em comparação com o mesmo período de 2023. As transportadoras da região se beneficiaram do crescimento contínuo de CTKs internacionais em três principais rotas comerciais.


As transportadoras da América do Norte tiveram o pior desempenho entre todas as regiões em janeiro de 2024, com um aumento de 9,3% nos volumes de carga em comparação com o mesmo período do ano anterior. As transportadoras da Europa apresentaram um aumento de 16,4% em seus volumes de carga aérea em janeiro em relação ao mesmo mês de 2023.


Já as transportadoras do Oriente Médio apresentaram o melhor desempenho em janeiro de 2024, com um aumento anual de 25,9% nos volumes de carga. Além disso, as transportadoras da América Latina, África e América do Norte também registraram aumentos em seus volumes de carga em janeiro de 2024.


Fonte: Tecnologística



Notícias Relacionadas
 Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

13/06/2024

Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

Indústrias no Rio Grande do Sul estão retornando paulatinamente a sua produção anterior às enchentes que assolaram o Estado no início de maio. Para uma retomada plena, no entanto, as emp (...)

Leia mais
 DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

11/06/2024

DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

A DHL Express está investindo R$ 23 milhões em um novo Gateway no Aeroporto de Viracopos em Campinas (SP). Este novo centro de processamento de cargas importadas será o maior da DHL Expr (...)

Leia mais
 Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

11/06/2024

Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

Pelo segundo ano consecutivo, a Tegma Gestão Logística elaborou e apresenta ao mercado seu Relatório Integrado, relacionando em detalhes as ações desenvolvidas pela companhia em sustenta (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.