04/02/2022

Coopercarga estima crescimento de 22% em 2022

 Coopercarga estima crescimento de 22% em 2022


A Coopercarga anunciou que visa crescer 22% neste ano de 2022. A companhia fechou o acumulado de 2021 com mais de 250 mil entregas realizadas. Para alcançar os resultados previstos, o grupo está adotando novas estratégias, como uma estrutura comercial baseada no modelo de key accounts.

“Estamos trabalhando em busca de um crescimento orgânico com o apoio dessa nova estrutura. Além disso, queremos crescer em 3% na carteira de novos clientes e contamos com executivos comerciais para compor essa receita”, explica Leandro Rocha, diretor Comercial da Coopercarga.

Com o compromisso de ter uma frota leve 100% elétrica até 2026, os investimentos em tecnologia, inovação e sustentabilidade passaram a fazer parte do dia a dia das operações, garantindo mais eficiência e melhorando os níveis de serviços oferecidos.

De acordo com a própria Coopercarga, os desafios são muitos para 2022. O foco para entregar sucesso está no segmento de câmaras frias, nos projetos logísticos sustentáveis e no acompanhamento do mercado fármaco e agroquímico.



Fonte: Tecnologística

Notícias Relacionadas
 Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

23/04/2024

Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

A vacância de condomínios logísticos no Brasil segue em queda, mas em ritmo lento. Já o preço cobrado pelas locações subiu 7,4% no país em um ano, acima da inflação. No Estado de São Pau (...)

Leia mais
 JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

23/04/2024

JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

A JSL recebeu o prêmio global “Fornecedor do Ano”, da General Motors North America, no último dia 10, em Miami. Única brasileira a receber o prêmio, a companhia foi contemplada na catego (...)

Leia mais
 Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

22/04/2024

Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

Apontada pelo setor de transporte marítimo de carga como um momento de desarranjo logístico, a pandemia impactou a oferta de contêineres, afetou o preço do frete e bagunçou as cadeias gl (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.