19/01/2021

Após falhas de logística do ministério, vacinação contra covid ainda não Após falhas de logística do ministério, vacinação contra covid ainda não

 Após falhas de logística do ministério, vacinação contra covid ainda não Após falhas de logística do ministério, vacinação contra covid ainda não


A vacinação contra a covid-19 começou em mais 15 Estados nesta segunda-feira, 18, um dia após o pontapé dado por São Paulo neste domingo, 17. A expectativa do Ministério da Saúde era que as doses chegassem a todas as capitais nesta segunda a tempo da aplicação, o que acabou sendo frustrado por problemas no transporte. Assim, a aplicação ainda não começou a ocorrer em 10 Estados e no Distrito Federal (DF), que esperam conseguir iniciar nesta terça-feira, 19, a imunização. 

As doses foram chegando ao longo da tarde e da noite em diferentes Estados. O Rio teve de montar uma logística própria para transportar suas doses a tempo de conseguir realizar um evento para a primeira aplicação, aos pés do Cristo Redentor, ainda com a luz do dia. A capital fluminense prevê imunizar 110 mil pessoas em quatro dias. À noite, foi a vez de Santa Catarina iniciar a sua campanha contra a covid-19, que imunizou um enfermeiro, um idoso e uma indígena. 

No caso do Rio Grande do Sul, o atraso previsto para a entrega das doses fez o governo realizar uma coletiva de imprensa perto da meia-noite desta terça-feira, 19. Às 23h, a página oficial da gestão Eduardo Leite (PSDB) anunciava a primeira vacinação para “daqui a pouco”. Já o Rio Grande do Norte, com a chegada das doses prevista para às 22h55, preferiu transferir o ato simbólico para a manhã desta terça. 

O carregamento no Pará só chegou na madrugada desta terça. Em vídeo nas redes sociais, o governador Helder Barbalho (MDB) disse que a previsão original de entrega era até as 15h30 desta segunda, destacou as falhas logísticas do ministério e chamou o atraso de "lamentável". Ele agendou o começo da vacinação no Estado para a manhã de terça. 

O primeiro lote distribuído tem seis milhões de doses da Coronavac, o que é suficiente para imunizar somente 0,5% dos idosos e 1/3 dos profissionais de saúde. Presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e titular da pasta no Maranhão, Carlos Lula estima que esta nova remessa seja esgotada em apenas uma semana e diz não haver garantias de que, ao término dessas 6 milhões de doses, o País já tenha recebido mais estoque.

O Instituto Butantã tem 4,8 milhões de doses na fase final de produção, mas enfrenta problemas para importar matéria-prima para fabricar mais. O governo federal tenta importar da Índia 2 milhões de doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica britânica AstraZeneca, mas os planos fracassaram até agora. 

Estados que não iniciaram a vacinação contra a covid-19 nesta segunda-feira, 18\
Rio Grande do Norte

Paraíba

Acre

Rondônia

Roraima

Pará

Distrito Federal

Sergipe

Bahia

Alagoas

Amapá

Veja a seguir os Estados que já iniciaram a vacinação contra a covid-19:

Sudeste

São Paulo

Notícias Relacionadas
 Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

23/04/2024

Vacância de galpões cai devagar e aluguel supera inflação

A vacância de condomínios logísticos no Brasil segue em queda, mas em ritmo lento. Já o preço cobrado pelas locações subiu 7,4% no país em um ano, acima da inflação. No Estado de São Pau (...)

Leia mais
 JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

23/04/2024

JSL é premiada como “Fornecedor do Ano” pela General Motors

A JSL recebeu o prêmio global “Fornecedor do Ano”, da General Motors North America, no último dia 10, em Miami. Única brasileira a receber o prêmio, a companhia foi contemplada na catego (...)

Leia mais
 Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

22/04/2024

Transporte marítimo de carga vive incertezas após caos logístico na pandemia

Apontada pelo setor de transporte marítimo de carga como um momento de desarranjo logístico, a pandemia impactou a oferta de contêineres, afetou o preço do frete e bagunçou as cadeias gl (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.