12/04/2024

Sistema Transporte acompanha no Senado o PL 528/2020, que trata da adição de biodiesel no diesel

 Sistema Transporte acompanha no Senado o PL 528/2020, que trata da adição de biodiesel no diesel



O presidente do Sistema Transporte, Vander Costa, reuniu-se com o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), nesta quarta-feira (10), acompanhado do diretor de Relações Institucionais da CNT, Valter Souza, da assessora legislativa da CNT, Amanda Tabosa, e da gerente executiva ambiental da CNT, Erica Marcos. Na visita institucional trataram do Projeto de Lei nº 528/2020, que está sob a relatoria do senador, na Comissão de Serviços de Infraestrutura.


A matéria trata da instituição do Programa Nacional de Combustível Sustentável de Aviação (ProBioQAV), o Programa Nacional de Diesel Verde (PNDV) e o Programa Nacional de Descarbonização do Produtor e Importador de Gás Natural e de Incentivo ao Biometano. Na prática, o PL visa a mobilidade sustentável de baixo carbono e formas de captura e a estocagem geológica de dióxido de carbono.


Na oportunidade, o presidente Vander apresentou ao senador a preocupação do setor transportador com a redação atual da proposta em relação à previsão que o projeto faz quanto ao aumento de percentual da mistura de biodiesel de base éster no diesel. Enfatizou que o setor transportador está de acordo com a transição energética, só que, da forma como está, o texto do PL trará prejuízos e aumentará o índice de emissões dos gases do efeito estufa.


Diante do exposto, a CNT defende condicionar os acréscimos da mistura a testes; aprimorar as especificações do biodiesel utilizado no Brasil; implementar medidas de controle de qualidade; e sempre considerar o setor de transporte nas políticas públicas.


O senador agradeceu as ponderações do setor transportador. Disse que vai ouvir diversos setores e debater a matéria antes de emitir o parecer. Acrescentou também que só vai colocar o PL para votação quando o tema estiver maduro. De acordo com as atividades legislativas da Casa, o projeto em tramitação ainda deve passar por audiência pública.


Na ocasião, foi entregue ao senador um estudo da UnB (Universidade de Brasília) que alerta sobre o risco ambiental que o aumento do percentual de biodiesel pode causar. O levantamento mostra que a variação das emissões decorrentes da adição do biodiesel em mistura com diesel mineral S10 é potencialmente prejudicial aos motores de combustão interna.


A partir do experimento da UnB, evidenciou-se que o consumo de combustível aumentou 9,5% para caminhões da fase P7. Para modelos do ciclo P5, o impacto de aumento é ainda pior (15,0%). Ambos os casos ocorrem quando a quantidade de biodiesel foi elevada de 7% para 20%. Verifica-se que o impacto da elevação do percentual de biodiesel no diesel é expressivo financeira e ambientalmente.


No caso dos veículos da fase P7, o consumo total de óleo diesel pelo transporte rodoviário de cargas sofre um aumento potencial de 1,57 bilhão de litros ao ano. Para os veículos da fase P5, o aumento chega a 1,75 bilhão de litros. No caso de gases do efeito estufa, a emissão é acrescida de 4,15 milhões de toneladas de CO2 equivalente, na fase P7, e 4,63 milhões de toneladas de CO2 equivalente, na fase P5.


O estudo reforça as evidências práticas vivenciadas pelo setor. Há de se levar em conta que o diesel é o principal insumo do transporte rodoviário, responsável pelo deslocamento de 65% das cargas e 95% dos passageiros no país.


Fonte: CNT



Notícias Relacionadas
 CNT realiza pesquisa para avaliar o impacto das enchentes no Rio Grande do Sul sobre as empresas

24/05/2024

CNT realiza pesquisa para avaliar o impacto das enchentes no Rio Grande do Sul sobre as empresas

Para que a CNT (Confederação Nacional do Transporte) desenvolva medidas de apoio mais eficazes aos transportadores impactados pelas enchentes no Rio Grande do Sul, a Confederação está re (...)

Leia mais
 Estudo sobre frotas sustentáveis aponta inovação e investimento sem precedentes em momento de transição energética ativa

24/05/2024

Estudo sobre frotas sustentáveis aponta inovação e investimento sem precedentes em momento de transição energética ativa

Agora em sua quinta edição, o relatório State of Sustainable Fleets 2024, divulgado nesta segunda-feira (20), lança luz sobre um setor que está passando por um momento de transição ativa (...)

Leia mais
 JSL investe em simulador de direção para mais segurança dos motoristas

23/05/2024

JSL investe em simulador de direção para mais segurança dos motoristas

Com foco na segurança e treinamento de sua equipe de motoristas, a JSL, empresa com o maior portfólio de serviços logísticos do país, investiu R$ 2 milhões na aquisição de um simulador d (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.