30/04/2024

Grupo MOVE3 e Sequoia esperam triplicar entregas mensais com novo Mega Sorter

 Grupo MOVE3 e Sequoia esperam triplicar entregas mensais com novo Mega Sorter



Depois da fusão que resultou em uma gigante das entregas no Brasil, Sequoia e o Grupo MOVE3 lançam a primeira novidade em conjunto: o Mega Sorter Damon, um sistema de classificação de cargas que potencializa as operações logísticas de maneira eficiente e inovadora. Ele é apto para atender diversos tipos de processos e tem potencial para triplicar a operação — ou seja, das 10 milhões de entregas mensais realizadas pela MOVE3 atualmente, será possível chegar a até 30 milhões.


O avanço se torna possível a partir da capacidade de roteirização do equipamento, que é de até 34 mil objetos por hora. O grande diferencial para alcançar esse feito é a quantidade de saídas, que são 303. Ricardo Souza, Gerente de Projetos da MOVE3, explica: “Um número maior de saídas significa que teremos mais agilidade de roteirizar mercadorias de diferentes clientes, tamanhos e prazos. Quando você tem menos saídas, esse trabalho acaba levando mais tempo, pois você tem que separar as regiões (CEPs) manualmente, coisa que o sorter faz de forma automática”.


A novidade incorpora tecnologias já utilizadas no grupo, como inteligência artificial e Big Data. Na prática, isso significa que estarão disponíveis informações em tempo real para os controladores, de modo que o banco de dados seja alimentado com indicadores do equipamento e operação. Também foi aplicado Machine Learning na fabricação da máquina.


Projeto e desenvolvimento


Segundo Theo Palhano, Analista de Projetos Sênior da MOVE3, o Mega Sorter foi projetado pelo grupo em 2022, já pensado para ter uma fácil integração com outras empresas. “A carga da Sequoia tem um bom fit com o novo sorter, então o projeto atenderá de forma excelente tanto os atuais clientes do grupo quanto os clientes que estão vindo da Sequoia, bem como os que vamos conquistar posteriormente”, afirma. “Esse é um dos sorters mais avançados do mercado, destacando-se pela sua capacidade de atender a uma grande variedade de destinos, algo incomum entre os concorrentes. Isso está alinhado com nossa estratégia de maximizar eficiência e abrangência de serviço”.


Desde o início, o objetivo era alcançar um alto poder de processamento. Palhano pontua: “Nós trabalhamos com volume de franquias, então a franquia A tem mais volume, a B tem menos, e por aí vai até a franquia E. O novo sorter é capaz de lidar com os volumes A, B e C de uma vez. O volume D pode ser processado por outra máquina de capacidade menor, e a franquia E pode ser tratada manualmente. Essa separação otimiza nossas operações”.


Até o momento, para atender às operações da Carriers, Rodoê e da Moove+ e as que já estão vindo da Sequoia, são necessários três separadores com saídas limitadas. O Mega Sorter tem o dobro da capacidade desses separadores combinados, com três vezes mais saídas.


 Impactos e planejamento


De acordo com Ricardo, os efeitos do novo equipamento serão bastante positivos para os clientes, pois significa entregas mais eficientes, uma vez que será possível processar a carga diária mais rapidamente.


Já para os colaboradores, abre-se um horizonte de possibilidades operacionais, em especial para os times de rotas e transferência. “O sorter estimula a adoção de métodos inovadores e promove uma curva de aprendizado acelerada. As equipes poderão pensar em rotas e transferências mais rápidas, beneficiando seu próprio trabalho e o cliente final”, pontua o gerente.


No momento, o Mega Sorter Damon está em fases de testes finais e deve começar a operar no final de maio. Ao mesmo tempo, a MOVE3 e a Sequoia estão em fase de integração de times, alinhando líderes de diversos setores: RH, Marketing, Implantação, Operação, dentre outros. As entregas das duas empresas foram a primeira integração e já são realizadas em conjunto.


Fonte: Tecnologística



Notícias Relacionadas
 Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

13/06/2024

Estradas bloqueadas ainda retardam a retomada da indústria em RS

Indústrias no Rio Grande do Sul estão retornando paulatinamente a sua produção anterior às enchentes que assolaram o Estado no início de maio. Para uma retomada plena, no entanto, as emp (...)

Leia mais
 DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

11/06/2024

DHL Express anuncia investimento de R$ 23 milhões em novo Gateway no Aeroporto de Viracopos

A DHL Express está investindo R$ 23 milhões em um novo Gateway no Aeroporto de Viracopos em Campinas (SP). Este novo centro de processamento de cargas importadas será o maior da DHL Expr (...)

Leia mais
 Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

11/06/2024

Tegma divulga Relatório Integrado sobre suas práticas ASG

Pelo segundo ano consecutivo, a Tegma Gestão Logística elaborou e apresenta ao mercado seu Relatório Integrado, relacionando em detalhes as ações desenvolvidas pela companhia em sustenta (...)

Leia mais

© 2024 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.