24/01/2023

ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário

 ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário



A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou a alteração semestral do piso mínimo de frete rodoviário, proposto pelo Anexo II da Resolução 5.867/2020 instituído pela Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC). Os reajustes variam entre 8,35% e 13,19%, a depender da categoria.


De acordo com a Resolução nº 6.006, o reajuste médio no transporte rodoviário de carga lotação foi de 13,19%. Para operações em que haja a contratação apenas do veículo automotor de cargas, o aumento médio foi de 12,26%, enquanto para transporte rodoviário de carga lotação de alto desempenho a redução foi de 10,08%. O menor percentual de aumento foi para as operações em que haja a contratação apenas do veículo automotor de cargas de alto desempenho, cuja a alta média aprovada é de 8,35%.


A ANTT revelou que o aumento foi baseado nos valores dos insumos mercadológicos e outros insumos não operacionais que foram atualizados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de novembro do ano passado. Para o cálculo do valor final, foi utilizado o preço do diesel S10 mais recente publicado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), conforme previsto pela PNPM-TRC.


A Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (Resolução ANTT nº 5.867, de 2020) estabelece as regras gerais, a metodologia e os coeficientes dos pisos mínimos referentes ao quilômetro rodado na realização do serviço de transporte rodoviário remunerado de cargas, por eixo carregado. Fiscalizado pela ANTT, o descumprimento da tabela é passível de multa.


Fonte: Mundo Logística



Notícias Relacionadas
 Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

26/01/2023

Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

O setor de galpões logísticos e industriais do país teve um 2022 intenso em novas entregas. Segundo a consultoria JLL, o novo volume que chegou ao mercado no ano passado foi de 3,1 milhõ (...)

Leia mais
 CNT divulga análise sobre o orçamento público para infraestrutura de transporte em 2023

24/01/2023

CNT divulga análise sobre o orçamento público para infraestrutura de transporte em 2023

Pela primeira vez em anos, a programação de investimentos públicos destinados ao transporte foi elevada consideravelmente. O orçamento da União para o setor em 2023 é de R$ 18,7 bilhões, (...)

Leia mais
 Setor logístico sai otimista da primeira reunião com alto escalão do governo

23/01/2023

Setor logístico sai otimista da primeira reunião com alto escalão do governo

O custo do diesel continua no centro das preocupações do setor logístico brasileiro, mas a pauta de pleitos inclui a desburocratização fiscal, a regulamentação da ati (...)

Leia mais

© 2023 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.