30/05/2022

Startup cria contâiner-sanfona que pode revolucionar logística

 Startup cria contâiner-sanfona que pode revolucionar logística



Se você já passou perto de algum porto, com certeza viu essa imagem: um imenso "estacionamento de contâineres", com centenas dessas caixas metálicas ocupando espaço. Muitas vazias, aguardando uso ou retorno à origem. Algumas, já desgastadas pela ferrugem.


Esse "congestionamento", considerado um dos principais gargalos na eficiência no transporte global de mercadorias, pode ser resolvido por uma inovação tecnológica criada por uma startup americana: a Staxxon inventou um contâiner sanfonado que pode diminuir de tamanho, quando não está sendo usado.


A peça tem a mesma resistência e capacidade de carga que um contâiner comum, mas, quando é comprimida, fica com cerca de 20% do seu tamanho normal. Ou seja, no espaço de apenas um contâiner comum, seria possível alocar (ou transportar) cinco unidades.


57% de economia


Segundo a Business Insider, a fabricação do protótipo deve começar em menos de um ano, mas a empresa já está aberta para pré-compras, exigindo um depósito de US$ 100 por contâiner.


Atualmente, a dimensão dos contâineres é padronizada pela Organização Marítica Internacional. Seu formato tem sido praticamente o mesmo desde 1956, quando essas grandes caixas de metal foram patenteadas. Desde então, não houve praticamente nenhuma mudança signicativa em seu design.


Porém, analistas avaliam que o modelo já não atende mais as demandas de um mercado global que só cresceu nas últimas décadas. As recentes crises de logística causadas pela pandemia de covid-19 demonstraram ainda mais a fragilidade do sistema, com portos, depósitos e sistemas ferroviários ocupados por centenas ou milhares de contâineres "estacionados", aguardando destinação.


No ano passado, uma reportagem da Business Insider estimou que, apenas no sul da Califórnia, mais de 110 mil peças vazias estavam paradas, ocupando espaço e poluindo a visão.


Shao Hung Goh, especialista em logística e supply-chain da Universidade de Ciências Sociais de Singapura, estima que o transporte por terra pode economizar até 57% dos seus gastos ao utilizar os novos contâineres dobráveis.


Outras empresas também tem patenteado suas próprias versões - mas, até agora, as mais eficientes, como as da Delft, conseguiam ser reduzidas para apenas 25% do tamanho original.


Fonte: UOL



Notícias Relacionadas
 Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

04/10/2022

Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

Pelo segundo ano consecutivo, o Ministério da Infraestrutura dedicou o mês de setembro a ações que incentivam a modernização do transporte sobre trilhos no país e a ampliação da malha fe (...)

Leia mais
 Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

04/10/2022

Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

A logística no Brasil precisa de intervenções urgentes nos próximos 15 anos para não entrar em colapso. Mesmo com um território continental, 62% de toda carga é transportada por rodovias (...)

Leia mais
 Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

04/10/2022

Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

Foi celebrado, na semana passada, o contrato de compromisso para aquisição pelo Grupo Coopercarga do controle da empresa TSV Transportes Rápidos, que atua com cargas fracionadas de alto (...)

Leia mais

© 2022 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.