11/02/2022

Serviços atingem crescimento recorde de 10,9% em 2021 e recuperam perdas Serviços atingem crescimento recorde de 10,9% em 2021 e recuperam perdas

 Serviços atingem crescimento recorde de 10,9% em 2021 e recuperam perdas Serviços atingem crescimento recorde de 10,9% em 2021 e recuperam perdas


O volume de serviços prestados no país teve alta de 1,4% em dezembro, frente a novembro. Com isso, o volume de serviços encerrou o ano passado com alta de 10,9%, recuperando a perda de 7,8% de 2020. A taxa de 2021 também foi recorde da série histórica da pesquisa, iniciada em 2012.

As informações são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgadas nesta quinta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o gerente da PMS, Rodrigo Lobo, o crescimento recorde em 2021 reflete principalmente a base de comparação deprimida de 2020. Ele lembra que, por causa do caráter presencial de suas atividades, o setor de serviços teve uma recuperação tardia frente à indústria e ao comércio.

A variação de dezembro, sobre novembro, ficou próximo ao teto das projeções colhidas pelo Valor Data junto a 29 consultorias e instituições financeiras, de um crescimento de 1,8%, com piso das estimativas em -1% e mediana em +0,9%.

Em novembro, o setor tinha subido 2,7% (dado revisado após divulgação inicial de alta de 2,4%). Na comparação com dezembro de 2020, o volume de serviços em dezembro de 2021 teve alta de 10,4%.

A mediana de 15 consultorias, com projeções reunidas pelo Valor Data, era de crescimento de 10,7% em 2021. Em 2020, o ano em que a pandemia começou, o setor teve queda recorde de 7,8%, no volume de serviços.

Assim, com o desempenho de dezembro, os serviços estão, em média, 6,6% acima do nível pré-pandemia, em fevereiro de 2020. O mês de dezembro de 2021 atingiu, ainda, o maior patamar desde agosto de 2015.

Atividades\
Todas as cinco atividades de serviços avançaram em 2021, frente a 2020, segundo o IBGE. Dos 166 tipos de serviços acompanhados pelo instituto, 74,1% tiveram taxas positivas.A maior contribuição para o desempenho geral veio de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (15,1%) e informação e comunicação (9,4%). Os demais avanços vieram de serviços profissionais, administrativos e complementares (7,3%); de serviços prestados às famílias (18,2%); e de outros serviços (5,0%).

“O que confere ao setor de serviços o maior dinamismo, além da recuperação dos serviços presenciais, são os serviços voltados às empresas, que têm um caráter não tão presencial”, lembra Lobo, detalhando o desempenho por atividades. “O principal destaque são os serviços de informação, estimulados pela necessidade de se comunicar à distância. Em segundo plano, o destaque é o setor de transportes, não só o de passageiros, mas sobretudo o rodoviário de cargas e a logística de transporte e armazenagem, pelo boom do comércio eletrônico. E também os serviços auxiliares, , com corretoras e consultoria de investimentos”.

Além disso, três das cinco atividades de serviços estavam, ao fim de 2021, com volume acima do observado antes da pandemia, em fevereiro de 2020.

A melhor situação é dos serviços de informação e comunicação, que estão 12,8% acima daquele patamar. As empresas desse segmento foram as que mais beneficiadas pelas oportunidades surgidas na pandemia, como com aplicativos de comunicação e consultorias na área.

Em seguida, estão os serviços de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, com patamar 9,8% superior. Lobo aponta a influência do crescimento do comércio eletrônico para atividades dentro desse grupo, como o transporte rodoviário de carga e a logística de transporte e armazenagem.

O terceiro segmento que também superou o patamar pré-pandemia é o de outros serviços, que está 0,5% acima e inclui atividades como serviços financeiros auxiliares, como corretoras e consultorias de investimentos.

Por outro lado, os serviços profissionais, administrativos e complementares ainda não recuperaram o volume de prestados de fevereiro de 2020, mas estão bem perto disso, já que se encontram 0,2% abaixo. Este segmento responde por um quinto (20,5%) da pesquisa. Portanto, diz Lobo, seu melhor desempenho tende a ter um peso importante no setor de serviços como um todo.
A pior situação é dos serviços prestados às famílias, com caráter presencial e por isso mais prejudicados pela necessidade de isolamento social trazida pela pandemia. O segmento ainda se encontra 11,2% abaixo de fevereiro de 2020.

Receita nominal\
O IBGE informou ainda que a receita nominal subiu 2,9% na passagem entre novembro e dezembro. Na comparação com dezembro de 2020, a receita de serviços teve alta de 15,7% em dezembro de 2021. Com isso, o ganho de receita no ano de 2021 foi de 14,1%.

Em dezembro, frente a novembro, 19 das 27 unidades da federação investigadas registraram taxas positivas, com destaque São Paulo (1,5%), seguido por Distrito Federal (9,3%) e Minas Gerais (2,3%). Já o Rio de Janeiro (-1,5%) registrou a principal retração.

Quarto trimestre de 2021\
A expansão do volume de serviços prestados no país desacelerou para 0,4% no quarto trimestre de 2021, frente ao trimestre imediatamente anterior. É o sexto trimestre seguido de crescimento na série com ajuste sazonal da PMS, mas foi menor que o do terceiro trimestre, que tinha sido de 3%. No primeiro e no segundo trimestre de 2021, as taxas foram de 3,2% e 2,2%, respectivamente.

Para Lobo, o movimento está ligado principalmente ao crescimento dos meses anteriores, que criaram uma base elevada para a atividade, mas também pode haver alguma influência de fatores como inflação e renda.

“O setor de serviços tem mostrado grande dinamismo nos últimos meses. De 19 informações, são 15 taxas positivas e 4 negativas. À medida que avança o processo de recuperação dos serviços, seja no caráter presencial, seja nas empresas que se aproveitaram das particularidades da pandemia, isso confere patamar mais elevado de comparação. Com isso, a taxa do quarto trimestre tem crescimento mais moderado”, afirma ele, acrescentando. “É muito difícil traçar uma variável que determine o quanto é explicado pela base de comparação e o quanto é efeito de emprego e renda. Mas essas questões podem estar impactando, até pela questão de restrição orçamentária”.

Em um contexto de alta de outros custos que afetam o orçamento — como energia elétrica e combustível —, as famílias podem recuar o consumo de itens considerados supérfluos, como viagens e idas a restaurantes, por exemplo, diz ele. “Se eu tenho uma determinada restrição orçamentária, se eu consumo muito combustível ou supermercado, posso deixar de consumidor serviços, como uma ida a um hotel ou a um restaurante. Ou seja, há um efeito indireto”, aponta.



Fonte: Valor Econômico

Notícias Relacionadas
 ABOL participa de Congresso sobre o mercado de carbono

20/05/2022

ABOL participa de Congresso sobre o mercado de carbono

A ABOL marcou presença no Congresso Mercado Global de Carbono, que teve início na última quarta-feira (18), no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. A Associação foi representada pela dire (...)

Leia mais
 Pesquisa sobre Mulheres na indústria marítima mostra desigualdade entre gêneros

20/05/2022

Pesquisa sobre Mulheres na indústria marítima mostra desigualdade entre gêneros

O emprego feminino continua baixo em funções marítimas, de acordo com dados da IMO e da primeira pesquisa de mulheres no mar da WISTA. Mas a representação feminina é forte em alguns seto (...)

Leia mais
 BBM Logística segue em forte ritmo de expansão e atinge novo recorde de faturamento

20/05/2022

BBM Logística segue em forte ritmo de expansão e atinge novo recorde de faturamento

A BBM Logística, um dos maiores operadores logísticos do modal rodoviário do Mercosul, anunciou recentemente os resultados do 1º Trimestre do ano de 2022, que foi marcado pelo faturament (...)

Leia mais

© 2022 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.