07/02/2022

Ministério da Economia divulga plano de infraestrutura com horizonte de 30 anos

 Ministério da Economia divulga plano de infraestrutura com horizonte de 30 anos


A Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME) lançou oficialmente o Plano Integrado de Longo Prazo para a Infraestrutura (Pilpi), que reúne estimativas das necessidades de investimentos nos diversos setores de infraestrutura com o propósito de eliminar carências da oferta de serviços e garantir crescimento econômico mais acelerado nos próximos 30 anos.

O Pilpi, instituído pelo Decreto nº 10.526, de 20 de outubro de 2020, foi desenvolvido pelo Comitê Interministerial de Planejamento da Infraestrutura (CIP-Infra), coordenado pela Casa Civil.

Trata-se de uma ferramenta que apresenta as projeções socioeconômicas no período de 2021 a 2050, baseado em estudos de crescimento populacional. Reúne as estimativas das necessidades de investimentos nos diversos setores de infraestrutura para eliminar carências de oferta de serviços, entre outros dados.

São objetivos do Pilpi: fomentar a infraestrutura, fornecer visão de longo prazo, enfatizar qualidades ambientais, harmonizar premissas setoriais e promover a compatibilidade entre os diversos planos subnacionais.



Fonte: Portos e Navios

Notícias Relacionadas
 Busca por motoristas profissionais é foco das transportadoras em 2023

27/01/2023

Busca por motoristas profissionais é foco das transportadoras em 2023

Um dos desafios que as transportadoras estão enfrentando no transporte rodoviário de cargas (TRC) é a falta de motoristas profissionais. Segundo a Pesquisa CNT Perfil Empresarial, em 202 (...)

Leia mais
 Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

26/01/2023

Demanda por galpões deve se acomodar em 2023

O setor de galpões logísticos e industriais do país teve um 2022 intenso em novas entregas. Segundo a consultoria JLL, o novo volume que chegou ao mercado no ano passado foi de 3,1 milhõ (...)

Leia mais
 ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário

24/01/2023

ANTT sanciona reajuste de 8,35% a 13,19% no piso mínimo de frete rodoviário

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou a alteração semestral do piso mínimo de frete rodoviário, proposto pelo Anexo II da Resolução 5.867/2020 instituído pela Polít (...)

Leia mais

© 2023 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.