26/05/2022

Governo unifica estatais de ferrovias e logística em infraestrutura e cria a Infra S/A

 Governo unifica estatais de ferrovias e logística em infraestrutura e cria a Infra S/A



O governo federal decidiu nesta quarta-feira (25) unificar a Valec, estatal que administra as ferrovias do país, e a Empresa de Planejamento e Logística (EPL). A nova empresa se chamará Infra S/A e será responsável pelo planejamento e estruturação de projetos para o setor de transportes.


A decisão foi publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" e, segundo o governo, a unificação das duas estatais pode gerar economia de R$ 90 milhões por ano. A previsão é que o processo dure 180 dias (leia detalhes mais abaixo). Atualmente, a União controla 46 estatais.


A unificação das empresas era defendida pelo ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, atualmente pré-candidato ao governo de São Paulo.


A Valec é a estatal responsável pela administração e construção das ferrovias. A EPL, criada inicialmente para implementar o projeto do "trem-bala", hoje atua com estudos e projetos de concessões de infraestrutura e na elaboração do Plano Nacional de Logística.


As duas empresas são estatais dependentes da União, ou seja, recebem, anualmente, subsídio do Tesouro Nacional para pagar parte das contas, pois as receitas são insuficientes para cobrir os gastos.


Economia com a unificação


Segundo o Ministério da Infraestrutura, a unificação das estatais deverá fazer com que sejam economizados R$ 90 milhões em custos operacionais, a partir do segundo ano da fusão. O ministério também afirma que a Infra S/A será uma estatal "autossuficiente e competitiva".


A previsão é de que o processo de unificação das estatais dure até 180 dias para que a nova companhia seja efetivada.


Em nota, o Ministério da Infraestrutura diz que as duas estatais sempre atuaram de forma complementar e com certa sobreposição de atribuições, o que justifica a fusão.


A nova empresa


Ainda segundo a pasta, todos os processos em andamento pelas estatais serão incorporados pela nova empresa, a Infra S/A, entre os quais:


construção dos trechos II e III da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol);


fiscalização das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico).


A Infra S/A também responderá pela elaboração do Plano Nacional de Logística (PNL) e demais planos setoriais, antes desenvolvidos pela EPL.


Fonte: G1



Notícias Relacionadas
 Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

04/10/2022

Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

Pelo segundo ano consecutivo, o Ministério da Infraestrutura dedicou o mês de setembro a ações que incentivam a modernização do transporte sobre trilhos no país e a ampliação da malha fe (...)

Leia mais
 Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

04/10/2022

Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

A logística no Brasil precisa de intervenções urgentes nos próximos 15 anos para não entrar em colapso. Mesmo com um território continental, 62% de toda carga é transportada por rodovias (...)

Leia mais
 Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

04/10/2022

Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

Foi celebrado, na semana passada, o contrato de compromisso para aquisição pelo Grupo Coopercarga do controle da empresa TSV Transportes Rápidos, que atua com cargas fracionadas de alto (...)

Leia mais

© 2022 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.