19/09/2022

DHL Supply Chain vai investir 500 milhões de euros em capacidade de armazenamento na Índia

 DHL Supply Chain vai investir 500 milhões de euros em capacidade de armazenamento na Índia



A DHL Supply Chain (DHL), braço da alemã DHL de soluções de contratos logísticos, anunciou nesta quarta-feira um investimento de 500 milhões de euros nas suas operações na Índia ao longo dos próximos cinco anos.


Segundo os executivos da empresa, em entrevista coletiva, o investimento irá dobrar a capacidade de armazenamento naquele país de 1,1 milhão de metros quadrados para 2 milhões de metros quadrados até 2026. O grupo pretende dobrar também a sua equipe no país, para 25 mil colaboradores até 2026, além de investir na eletrificação de sua frota. A DHL faz parte do Grupo Deutsche Post DHL, que fechou 2021 com receita na casa de 81 bilhões de euros.


“Apesar da atual insegurança econômica e geopolítica em todo o mundo, vemos um imenso potencial de crescimento na região Ásia-Pacífico, especialmente na Índia. Como uma economia dinâmica, estável e que cresce rapidamente. O ambiente empreendedor e favorável ao investimento faz com que a Índia seja um favorito para o Deutsche Post DHL Group acelerar ainda mais seus investimentos", disse Oscar de Bok, presidente da DHL Supply Chain.


Segundo a empresa, o aumento na capacidade de armazenamento tem por objetivo atender as necessidades de setores em expansão, como comércio eletrônico, varejo, consumo, ciências da vida, tecnologia, engenharia, manufatura e o setor automotivo. O anúncio do grupo vem diante de esforços do governo local para elevar o desempenho logístico da Índia. Segundo a empresa, a estimativa é que o gasto com logística chegará aos US$ 500 bilhões anuais até 2025.


A capacidade adicional da DHL Supply Chain irá para cidades metropolitanas importantes, como Bangalore, Chennai, Kolkata, Mumbai, Região da Capital Nacional (NCR) e Pune. Essas cidades estão entre as que mais contribuem para o Produto interno bruto (PIB) geral da Índia.


“A região Ásia-Pacífico no momento representa cerca de 15% da receita global da DHL Supply Chain, mas está entre as regiões de crescimento mais rápido, e a Índia contribui muito para isso. O mercado de logística indiano, que no momento vale mais de US$ 200 bilhões de dólares, deve crescer a uma taxa de cerca de 10% ao ano nos próximos cinco anos, chegando a cerca de US$ 330 bilhões. Temos uma visão de longo prazo na Índia, e as empresas aqui têm motivos para serem otimistas", disse Terry Ryan, presidente da DHL Supply Chain Asia Pacific.


Fonte: Valor Econômico



Notícias Relacionadas
 Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

04/10/2022

Em um mês, Minfra intensifica ações para impulsionar transporte ferroviário pelo país

Pelo segundo ano consecutivo, o Ministério da Infraestrutura dedicou o mês de setembro a ações que incentivam a modernização do transporte sobre trilhos no país e a ampliação da malha fe (...)

Leia mais
 Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

04/10/2022

Rodovias e frota levam Brasil à perda de 30% de combustível

A logística no Brasil precisa de intervenções urgentes nos próximos 15 anos para não entrar em colapso. Mesmo com um território continental, 62% de toda carga é transportada por rodovias (...)

Leia mais
 Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

04/10/2022

Grupo Coopercarga adquire o controle da TSV Transportes Rápidos

Foi celebrado, na semana passada, o contrato de compromisso para aquisição pelo Grupo Coopercarga do controle da empresa TSV Transportes Rápidos, que atua com cargas fracionadas de alto (...)

Leia mais

© 2022 ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos. CNPJ 17.298.060/0001-35

Desenvolvido por: KBR TEC

|

Comunicação: Conteúdo Empresarial

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.