Selo ABOL

« voltar para notícias

Movimento #VamosVirarOJogo tem o apoio da ABOL

ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos abraçou a iniciativa que visa o compartilhamento das boas práticas e o desenvolvimento de soluções para as empresas no momento pós-pandemia

"A ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos passou a apoiar o Movimento #VamosVirarOJogo, iniciativa de dois empresários: o CEO do Verity Group, Alexandro Barsi, e o CEO e fundador do Grupo Empreenda, César Souza, inspirados numa afirmativa do fundador da Simpress, Vittorio Danesi - “Há Vida pós Cobid19!” . O Movimento nasceu com a intenção de reunir empresas para compartilhar as Melhores práticas e desenvolver soluções, a várias mãos, para o momento pós-pandemia.

“O #VamosVirarOJogo começou como um esforço de pensar como seria a vida pós-covid-19 e conseguimos criar um ecossistema relevante que o mercado abraçou. Hoje temos mais de 292 empresas participantes e esperamos superar a marca de 500 empresas participantes ainda neste mês”, comenta o consultor e palestrante César Souza.

O movimento é aberto a empresas de todos os setores da economia e a participação é gratuita, sem nenhuma conotação político-ideológica ou partidária. Entre os valores que norteiam o movimento estão a valorização e o investimento nas pessoas, integridade, ética, compliance e transparência, compartilhamento de melhores práticas, prosperidade do ecossistema da empresa, protagonismo diante das mudanças, compromisso com a sociedade e incentivo à inovação.

Como explica Barsi, “durante os primeiros momentos da pandemia, as empresas estavam olhando para dentro, preocupadas em encontrar soluções para sobreviver. Todas as ações emergenciais foram feitas. Agora devemos pensar fora da caixa e ver o que pode ser feito. Percebemos que o modelo de colaboração entre empresas e executivos pode viabilizar esta rica troca para, guardadas as diferenças entre as corporações, adotar e adaptar à nossa realidade”.

Operadores logísticos – “Teremos uma nova realidade da economia no pós-covid, porque as prioridades mudarão e novas soluções serão necessárias. E, nesse novo contexto, a tecnologia e a inovação serão determinantes. Para os operadores logísticos, a participação no #VamosVirarOJogo será uma rica oportunidade de trocar experiências, cooperando com a retomada da atividade econômica diante de um cenário ainda desconhecido, no que estamos chamando de ‘próximo normal’”, avalia o diretor presidente da ABOL, Carlos Cesar Meireles Vieira Filho.

Os operadores logísticos atuam criando soluções logísticas que contemplam todos os modais e em todas as fases, desde a coleta, a transferência, o milk run, o transporte fracionado, a carga fechada (ou lotação), a distribuição e a última milha (last mile). De igual forma, operam na armazenagem em qualquer regime fiscal, desde a alfandegada, a geral, o depósito para terceiros, a filial fiscal dos seus clientes, bem assim em todas as condições físicas, desde a carga seca, a frigorificada, a carga geral paletizada, conteinerizada, a granel, entre outros, realizando as operações completas da cadeia de valor da logística, como separação (picking), embalagem (packing), montagem de kits, colocação de selos, manuais, nacionalizando embalagens e rótulos de produtos para atender a vigilância sanitária e demais órgãos reguladores, anuentes e intervenientes.

“Representando 32 operadores logísticos de atuação internacional, temos muita experiência e know-how na gestão das cadeias de produção e distribuição em atividade. Na categoria de serviço essencial, nossos associados vêm trabalhando para garantir que a sociedade não sofra com o desabastecimento. Podemos contribuir sobremaneira com o Movimento #VamosVirarOJogo”, diz Meireles.

O presidente do conselho da ABOL, Maurício Mattos Barros, também comentou o apoio da associação à iniciativa: ""Todas as ações que proponham o desenvolvimento, o aprimoramento das empresas e dos profissionais são bem-vindas. Mais ainda em momentos tão críticos como o que estamos vivendo. Hoje, a palavra de ordem é a colaboração"".

G16 – A iniciativa vem chamando a atenção de empresas de grande porte, que já se comprometeram em colaborar compartilhando as experiências e soluções. Entre os primeiros participantes, o chamado G16, estão, além da ABOL, o Magalu, 3M, Usiminas, BASF, Laureati Brasil, Carrefour, PWC, Solví, Convert, JS Peças, Experience Club, Empreenda, Verity e Regus, SIMPRESS.  

O plano, de acordo com os idealizadores do movimento é, a partir da contribuição das empresas, estruturar propostas para serem encaminhadas a entidades de classe, formuladores de políticas públicas, órgãos governamentais em várias esferas, centros de pesquisa e formadores de opinião. “Compartilhar ideias e melhores práticas em governança, sem viés político, nem demanda financeira nem de tempo de filiação. Não fazemos distinção de nenhum tipo. Empresas podem colaborar sendo de qualquer tamanho e poderão beber da fonte da qual participam as que forem realmente inovadoras”, conclui Barsi.

Mais informações do Movimento #VamosVirarOJogo, acesse https://www.vamosvirarojogo.org/


(Para upload de curriculum,
acesse o site via desktop)