Selo ABOL

« voltar para notícias

ABOL participa do 4ª Frotas Conectadas

Evento acontece no Espaço Investe São Paulo, na Cidade Universitária da USP, zona oeste de São Paulo.


A ABOL participou nesta terça-feira, dia 21 de maio, da quarta edição do Frotas Conectadas. O evento acontece no Espaço Investe São Paulo, na Cidade Universitária da USP, zona oeste de São Paulo. O Frotas Conectadas teve abertura solene da secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, do diretor de Relações Institucionais da CNT - Confederação Nacional do Transporte, Valter Sousa, e do diretor presidente da ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos, Carlos Cesar Meireles Vieira FilhoO evento é uma iniciativa do Truckpad e OTM Editora. 

 Os temas abordados no evento são:

As Frotas que Vão Transformar o Last Mile e o e-Commerce Brasileiro" - caso Loggi.

A Nova Micro-Mobilidade de Cargas e Pessoas.

Os novos desafios e impactos socioambientais da mobilidade elétrica: um estudo de caso.

LogFinTechs - Novas Soluções para o tema de Pagamentos no setor.

Projetos de Conectividade para o Aumento de Produtividade do Setor.

A Transportadora Digital e os Novos Modelos de Negócios para o Setor.

O Futuro do Transporte de Cargas e de Passageiros na Visão da Hyperloop.

O Mindset das Grandes Empresas ao se Relacionarem com Startups.

As Startups Mais Quentes do Setor.

Tendências e Desafios para o Transporte de Passageiros - A visão Público-Privada.

Veículos Autônomos de Entrega - Projeções e Realidade.

Como as Grandes Empresas Podem se Aproveitar dos Ecossistemas de Inovação.

O Veículo do Futuro e suas Tecnologias Embarcadas.

Como as inovações em mapas são fundamentais para as Frotas Conectadas: Casos OpenStreetMap e Mapillary.

Serviços Digitais Aumentando a Performance Logística.

Transformação da Infraestrutura para a Mobilidade Elétrica.

Segundo, o diretor presidente da ABOL - Associação Brasileira de Operadores Logísticos, Carlos Cesar Meireles Vieira Filho, o setor de transporte de carga está em plena transformação -, no Brasil e no mundo -, não enxergando e não aceitando quem não quer, quem prefere estar alheio à nova economia, ou quer permanecer na lanterna dos fatos, dos acontecimentos.

“O atraso do setor, que por muito tempo represava ações, freava investimentos, inibia avanços, marcado pelo anacronismo de posições corporativistas e por uma legislação antiquada, de décadas no país, terminava por tentar frear o desenvolvimento da atividade, o deslanchar da multimodalidade e de plataformas logísticas disruptivas e inteligentes, que hoje, resistentes e resilientes, reproduzem-se irreversivelmente em todo mundo e que, com iniciativas como o Frotas Conectadas e seus cases de sucesso, vêm, felizmente, mostrando uma outra era em formação no Brasil”, explica Carlos Cesar Meireles Vieira Filho.

(Para upload de curriculum,
acesse o site via desktop)