Pular para o conteúdo

O levantamento abrangeu um universo de 275 empresas e revelou Receita Operacional Bruta (ROB) no total de R$ 100,8 bilhões anuais, estimando faturamento médio de R$ 366 milhões por empresa. Adicionalmente, o setor figura entre os que mais empregam nos dias de hoje, gerando aproximadamente 1,5 milhão de postos de trabalho diretos e indiretos, além de arrecadação de R$ 14,7 bilhões em tributos e R$ 11,5 bilhões em encargos trabalhistas.

Na comparação com a primeira versão da pesquisa, divulgada em dezembro de 2018, o número de empresas era de 269 organizações, com ROB anual totalizando R$ 81,4 bilhões, o que representava faturamento médio de R$ 302,6 milhões por empresa.

De 2018 para 2020 – a pesquisa é realizada bianualmente – identificou-se aumento de 23,8% na ROB, o que mostra o setor dos Operadores Logísticos como um dos que mais crescem no Brasil. Também é expressiva a alta no faturamento médio por empresa, de 21%, o que nos revela tratar-se de um setor de participação cada vez mais dilatada no Produto Interno Bruto (PIB).

Com o objetivo de atualizar a abrangência da atuação dos Operadores Logísticos nas cadeias de suprimento, produção e distribuição dos diversos segmentos econômicos nos quais atuam, a ABOL – Associação Brasileira de Operadores Logísticos, em parceria com o Núcleo de Logística, Supply Chain e Infraestrutura da Fundação Dom Cabral (FDC), atualizaram em 2020 a pesquisa Perfil dos Operadores Logísticos no Brasil.

O estudo realizado pela FDC, sob a coordenação do professor de logística, transporte e planejamento de operações e supply chain; coordenador do Núcleo de Infraestrutura, Supply Chain e Logística da FDC, e pesquisador responsável pela Plataforma de Infraestrutura em Logística de Transportes, Paulo Resende, demonstrou elevação no faturamento anual e no número de empresas que se encaixam na taxionomia de Operadores Logísticos.

Assista na íntegra a live de apresentação da atualização de 2020.

Faça o download da apresentação em PDF:
Apresentação Final - ABOL (31.07.2020) - Rev. 003 (Sumário Executivo).pdf

Voltar ao topo