Pular para o conteúdo
Notícia

MadeiraMadeira compra empresa de logística em primeira aquisição como unicórnio

...

A startup unicórnio MadeiraMadeira anunciou nesta quarta-feira, 9, a aquisição da iTrack, empresa de tecnologia de logística, na sua primeira compra depois de ter atingido o valor de US$ 1 bilhão. Com a aquisição, a MadeiraMadeira quer expandir seus serviços de entrega e otimizar o serviço para os clientes.

O ano da empresa começou com o pé direito: nos primeiros dias de janeiro, a MadeiraMadeira confirmou um aporte de US$ 190 milhões e se tornou o primeiro unicórnio brasileiro de 2021. Agora, cinco meses depois, a primeira aquisição permite a empresa crescer ainda mais - ela já conta com 14 unidades operacionais e mais de 3 milhões de clientes atendidos.

“A pandemia fez com que muitas pessoas experimentassem o comércio online e nós vimos que precisávamos aumentar a estrutura. Então, a logística foi onde a gente investiu, há um tempo atrás. Começamos com a iTrack como parceiros de negócio, para poder experimentar a ferramenta. Achamos a solução muito interessante”, afirma Daniel Scandian, cofundador e presidente da MadeiraMadeira.

A iTrack vai continuar atuando na área de tecnologia de logística dentro da empresa. Com investimentos da nova empresa-mãe, a iTrack deve aumentar a quantidade de serviços, visando atender as demandas da MadeiraMadeira. Nascida em 2017 e fundada por Daniel Drapac, a empresa oferece serviços de rastreamento de cargas, roteirização e gestão logística e registra cerca de 200 clientes.

A aquisição era uma das metas de Scandian, que afirma que o investimento do início do ano permitiu adiantar planos dos próximos anos. De olho no crescimento da iTrack — a empresa registrou um aumento de faturamento de 42% em 2020, em relação ao ano anterior — o movimento de trazer o serviço para dentro de casa foi natural.

“Depois da parceria, convidamos a empresa a estar definitivamente com a gente. Queremos fazer mais investimentos, para que ela consiga desenvolver produtos mais rápido e para poder oferecer tanto para gente quanto para o mercado também”.

Próximos passos
Para o futuro, a MadeiraMadeira planeja continuar analisando o mercado e investindo em seu time de aquisições, o que, segundo Scandian, vai continuar crescendo. O investimento em tecnologia também está sendo aplicado para que a startup consiga, ainda esse ano, saltar para 120 lojas físicas, integradas com seu serviço de e-commerce.

Outras aquisições também vão fazer parte do portfólio da startup. Segundo Scandian, ainda em 2021 será possível avançar no mercado em busca de outras empresas e que conversas já estão acontecendo, seguindo o plano de expansão do jovem unicórnio.

“Estamos focados em melhorar e acelerar a nossa base em tecnologia, logística e experiência do cliente. A gente acredita que as aquisições são uma superferramenta para a gente poder acelerar algumas coisas que iriam demorar mais tempo organicamente. Isso também possibilita trazer talentos para dentro de casa. Fizemos a nossa primeira aquisição, mas a gente tem ambições.Temos no radar uma lista relativamente grande”, afirmou Scandian.

Fonte: Estadão

Voltar ao topo