Selo ABOL

Cliping de Notícias

Em ascensão, mercado de nozes e castanhas e seus benefícios norteiam encontro na Fiesp

O Brasil exportou 21 mil toneladas de nozes e castanhas em 2018, com receita de US$ 190 milhões. Em relação a igual período de 2017, os embarques aumentaram 41% em volume e cresceram 78% em volume de receita. Os números são da Associação Brasileira de Nozes, Castanhas e Frutas Secas (ABNC). Um panorama do mercado nacional de produção de nuts e de que forma a assinatura do acordo entre os países que formam o Mercosul e a União Europeia irá impactar o setor foram alguns dos principais temas apresentados durante o VIII Encontro Brasileiro de Nozes e Castanhas, realizado pela Fiesp. ver notícia (link externo)

Exportações de milho do Tocantins sobem 400% em 2019

Enquanto no total de exportações o Tocantins teve uma redução de mais de 19% – mais de US$ 155 milhões de dólares – de janeiro a julho de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado, a realidade apenas com o milho é bem diferente. No período, o Estado exportou 400,45% a mais do cereal na comparação com os primeiros sete meses do ano passado. As informações foram levantadas pelo Norte Agropecuário no Comex Stat, sistema do governo federal que consolida os dados de transações comercias entre os países e utiliza a mesma padronização do Mercosul. ver notícia (link externo)

Brasil tenta aval para exportar carnes bovina e suína ao Japão

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que as conversas com seu colega japonês, Takamori Yoshikawa, para liberação da importação de carnes bovina e suína do Brasil pelo país asiático estão avançando. Ontem, Tereza Cristina manteve, em São Paulo, a quarta rodada de diálogos com Yoshikawa sobre essa e outras questões. ver notícia (link externo)

Combate ao lixo marinho tem nova iniciativa no Brasil

O Ministério da Defesa (MD), o Ministério do Meio Ambiente (MAA), o Ministério Público Federal (MPF) e a Marinha do Brasil (MB) assinam nesta quarta-feira (28) acordo de cooperação técnica sobre combate ao lixo marinho e de proteção das águas jurisdicionais brasileiras. O documento foi assinado no Gabinete do Comandante da Marinha (GCM) em Brasília-DF, pela manhã ver notícia (link externo)

Operação especial traz boneco de neve gigante do Japão para o Brasil

Atração fez parte das comemorações dos cem anos da imigração da região de Hokkaido ver notícia (link externo)

Porto do Rio de Janeiro cresce 14,7% na movimentação de contêineres e granéis sólidos

O Porto do Rio de Janeiro movimentou 3,5 milhões de toneladas de cargas no primeiro semestre de 2019. As maiores altas foram de carga conteinerizada e de granéis sólidos, que cresceram 14,7%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pela Gerência de Inteligência de Mercado e Estatística da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ). ver notícia (link externo)

Ministra diz que produtos agrícolas da Amazônia são certificados para exportação e não têm relação com queimadas

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) afirmou nesta segunda-feira (26) que os produtos agrícolas da região da Amazônia cumprem todos os requisitos e têm certificação para exportação. A ministra voltou a destacar que não há relação entre as queimadas no Norte do país e o agronegócio brasileiro. ver notícia (link externo)

Femsa une empresas de logística e avalia novas aquisições

A mexicana Fomento Económico Mexicano (Femsa), maior engarrafadora da Coca-Cola na América Latina, trabalha para ser menos dependente da área de engarrafamento, responsável por 37% da sua receita e por 59% do seu lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês). Na área de logística, o grupo concluiu neste ano a consolidação sob a marca Solística de cinco empresas de logística da Femsa. ver notícia (link externo)

ID Logistics registra crescimento no primeiro semestre de 2019

Desempenho da companhia foi positivo tanto na França quanto no mercado internacional ver notícia (link externo)

Governo prevê dobrar produção de gás em terra até 2030

O Brasil poderá dobrar a produção de gás natural em terra para mais de 50 milhões de metros cúbicos por dia em 10 anos, a partir de programa governamental que busca medidas de estímulo para o desenvolvimento dessa indústria, afirmou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. ver notícia (link externo)

Comitiva brasileira encerra agenda em portos australianos

A visita técnica da comitiva brasileira a portos australianos terminou com uma agenda na Victorian Ports Melbourne Corporation (VPCM), na cidade de Melbourne. O grupo é integrado pelo secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni, o presidente da CODESA, Julio Castiglioni, o diretor Bruno Fardin, a coordenadora de marketing do Porto de Vitória, Raquel Guimarães, o conselheiro Daniel Rodrigues Audigueri, além do diretor do Porto de Santos, Danilo de Morais Veras, e do gerente de Regulação, Gabriel Rapoport Furtado. ver notícia (link externo)

Governo federal anuncia estudos para privatizar Correios e Porto de Santos

Os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, anunciaram ontem, dia 21 de agosto, nove empresas federais que serão incluídas no Plano Nacional de Desestatização (PND) do governo e, dentre elas, estão os Correios e o Porto de Santos (SP). ver notícia (link externo)

(Para upload de curriculum,
acesse o site via desktop)