Selo ABOL

« voltar para publicaçõesMinistro Mandetta visita Central de Medicamentos em Guarulhos



Prezados(as) Senhores(as),


No último dia 13/03/2020, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, visitaram o Centro Nacional de Distribuição de Imunobiológicos (Cenadi) do Ministério da Saúde, em Guarulhos (SP).

Também fizeram parte da comitiva o superintendente da Fundação Butantan, Reinaldo Noboru Sato, que acompanhou a logística de chegada e distribuição dos primeiros lotes da vacina contra a gripe, produzida pelo Butantan, que será disponibilizada à população na campanha nacional que começa no próximo dia 23 de março.

O Cenadi é uma central de distribuição operada pela VTC Operadora Logística Ltda. (VTCLOG), uma das 32 empresas associadas da ABOL – Associação Brasileira de Operadores Logísticos.

A operação visitada, que está localizada no município de Guarulhos/SP, ocupa uma área de 25 (vinte e cinco) mil metros quadrados, tem capacidade para 18.100 posições paletes, sendo 7.600 posições na câmara fria de 2 a 8 graus e, 10.500 posições na área climatizada, de 15 a 30 graus de temperatura.

Segundo a representante da VTCLOG, Andréia Lima, o CD é uma verdadeira plataforma logística, que está 100% dedicado ao Ministério da Saúde, sendo a maior instalação de insumos biológicos das Américas, abrigando ali, para esta campanha, mais de 75 milhões de vacinas contra gripe comum (H1N1 e Influenza), encomendadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e produzidas pelo Instituto Butantan, uma referência mundial no setor.

De lá sairão as vacinas que irão abastecer todo o país. Para o ministro Mandetta, ao atender as pessoas de maior idade com a vacina das gripes convencionais, estabelece-se a partir daí, mais resistência para o enfrentamento de outros vírus, como o Covid19, o novo coronavírus.

O SUS, instituído pela Constituição Federativa do Brasil, de 1988, é o maior sistema público de saúde do mundo, tendo sido inspirado no National Health Service Britânico.

Quando falamos em operadores logísticos, queremos sempre traduzir a amplitude e a relevância da sua atuação para a economia, para as pessoas, e para o desenvolvimento do país.

Na operação aqui em destaque, o operador logístico filiado à ABOL é responsável desde a operação do transporte rodoviário, ao agenciamento do transporte aéreo, passando pela armazenagem, pela gestão de todo o estoque e distribuição, numa visão daquilo que chamamos de one-stop-shopping, ou seja, é responsável por todo o fluxo e processo de ponta a ponta.

São Paulo, 16 de março de 2020

Saudações,

Carlos Cesar Meireles Vieira Filho

Diretor Presidente - ABOL

(Para upload de curriculum,
acesse o site via desktop)