Selo ABOL

Cliping de Notícias

Santos projeta crescimento na movimentação de cargas em 2017

Em um ano de mudanças e desafios nos cenários nacional e mundial a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) desenvolveu ações para manter a posição do Porto de Santos como o principal complexo portuário da América Latina. São ações e projetos que permitem não somente o recorde da participação na balança comercial brasileira - mesmo em momento de retração econômica -, mas também a preparação do Porto para ser “não somente o maior, mas o melhor porto para se operar”, afirma o diretor-presidente da empresa José Alex Oliva. ver notícia (link externo)

Concessionárias de ferrovias poderão vender sucatas e investir mais

Concessionárias de ferrovias poderão vender sucatas e investir mais

Vagões abandonados pelo país, que por vezes viram polos de multiplicação de mosquitos da dengue ou locais de consumo de crack, principalmente em cidades do interior da região Sudeste, poderão desaparecer. ver notícia (link externo)

BNDES oferece R$ 13 bi para acelerar retomada

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai assumir papel inédito como supridor de capital de giro para as empresas nacionais. Até 31 de dezembro, o banco vai oferecer R$ 13 bilhões na linha BNDES Progeren, de fortalecimento da capacidade de geração de emprego e renda, dos quais R$ 5 bilhões de forma direta, o que até agora nunca tinha ocorrido de maneira ampla, e R$ 8 bilhões via agentes financeiros. ver notícia (link externo)

Mercado prevê inflação mais baixa em 2017, de 4,81%

A expectativa dos analistas de mercado para a inflação deste ano voltou a cair, segundo o boletim Focus, do Banco Central (BC), que tem data de corte em 6 de janeiro. ver notícia (link externo)

Dezembro marca recorde de exportação

Dezembro marca recorde de exportação

As exportações são a melhor e única boa notícia de 2016 para os fabricantes de veículos instalados no Brasil, que embarcaram 520,3 mil unidades para mercados externos, confirmando assim alta de 24,7% sobre 2015, que ultrapassou em 2,6% as estimativas da Anfavea, associação que reúne as montadoras no País. ver notícia (link externo)

Malha de metrôs e trens de passageiros precisa crescer 80%

O Brasil precisa ampliar em pelo menos 850 km a malha de metrôs e trens de passageiros para modernizar o transporte urbano nas grandes cidades ver notícia (link externo)

Porto de Paranaguá tem aumento na movimentação de cargas em 2016

O Porto de Paranaguá fechou o ano de 2016 com 45,1 milhões de toneladas movimentadas. O resultado é 2% superior ao alcançado em 2015, quando 43,9 milhões de toneladas de cargas foram movimentadas. O resultado positivo na movimentação foi alcançado mesmo em um ano em que a exportação da safra brasileira de grãos desacelerou, principalmente milho, em função do mercado internacional e do cenário econômico nacional ver notícia (link externo)

Governo abre linha de crédito a micro e pequenas empresas

Para apoiar o pagamento de tributos no início do ano, o Banco do Brasil abriu uma linha de crédito para financiar os impostos, compra de matéria-prima para micro e pequenas empresas. ver notícia (link externo)

Investimento público em transportes chegou a cair 26%

Investimento público em transportes chegou a cair 26%

Crise na Valec fez o desembolso só em ferrovias recuar 41% no 1º semestre. Documento da Empresa de Planejamento e Logística (EPL) mostra que os investimentos públicos em transportes no país vinham caindo em ritmo de 26% no ano passado. ver notícia (link externo)

BNDES cria departamento de avaliação e estipula metas para projetos

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou um departamento de monitoramento e avaliação, com metas a serem cumpridas por empreendimentos financiados pelo banco. A medida faz parte das novas políticas operacionais da instituição, divulgadas nesta quinta-feira. ver notícia (link externo)

Investimento em infraestrutura foi o menor da história em 2016, diz estudo

O investimento brasileiro em infraestrutura deve ter sido o menor da história recente em 2016, segundo estudo da Pezco Microanalysis, obtido com exclusividade pelo Valor. No ano, os aportes para projetos na área diminuíram em R$ 96 bilhões, estima a consultoria, queda real de 6,2% em relação a 2015. ver notícia (link externo)

Um grave risco para o programa de concessões

Em infraestrutura, o governo Temer apostou as fichas nas concessões: o setor privado fará investimentos, cuidará dos serviços e receberá tarifas. Mas vai ser bem difícil levar adiante esses planos. O obstáculo não está tanto na economia. Está na visão que por vezes impera nos órgãos de controle e entusiasma seus juristas. ver notícia (link externo)