Selo ABOL

« voltar para publicaçõesDiretor Presidente da ABOL palestra na XXXI Assembleia Geral Ordinária CIT na sede da ALADI, em Montevidéu, Uruguay

CIT...jpg

Prezados(as) Senhores(as), boa tarde!

Para representantes de 14 países membros da CIT - Câmara Interamericana de Transportes e autoridades governamentais e diplomáticas, realizamos palestra no último dia 6 de maio de 2019, na sede da ALADI - Associação Latinoamericana de Integração, em Montevidéu, Uruguay, quando da XXXI Assembleia Geral Ordinária da CIT, sobre a importância e o papel do Operador Logístico na economia dos países da América Latina e seus desafios regulatórios.

Foi a segunda vez que realizamos apresentação na ALADI, tendo sido a primeira, quando da penúltima assembléia geral da ALALOG - Associação Latinoamericana de Logística, nos dias 12 e 13 de outubro de 2018, da qual ocupamos a primeira Vice-Presidência.

O foco maior da palestra realizada na XXXI Assembleia da CIT foi a disseminação da agenda regulatória da ABOL no Brasil, o contexto operacional do Operador Logístico nas diversas cadeias produtivas onde atua, bem assim a pauta do que vimos discutindo no âmbito da ALALOG (https://www.alalog.org/).

O Operador Logístico, ou 3PL - Third Party Logistics Provider, é um prestador de serviços logísticos indispensável para o desenvolvimento socioeconômico das nações.

Tudo o que é produzido, importado, exportado de, e para, a indústria, a agroindústria e o comércio em geral, passa, em todas, ou em algumas partes do processo de transporte (em qualquer modal), movimentação, armazenamento (em qualquer regime fiscal e/ou condição física), gestão de estoques e distribuição, por um Operador Logístico.

Nossa missão é tornar cada vez mais conhecida a taxionomia (definição) do operador logístico, tanto para os mais variados stakeholders privados, como para os muitos intervenientes, reguladores e anuentes públicos. 

Assim, para melhor compreensão, um Operador Logístico (OL) é a pessoa jurídica capacitada a prestar, através de um ou mais contratos, por meios próprios e/ou por intermédio de terceiros, os serviços de transporte (em qualquer modal), armazenagem (em qualquer condição física ou regime fiscal) e gestão de estoque (utilizando sistemas e tecnologia adequada).

Para que se tenha ideia do peso desse setor, o qual, somente no Brasil, é formado por 269 empresas, registra Receita Operacional Bruta (ROB) equivalente a R$81,4 bilhões anuais, gerando cerca de 1,4 milhão de empregos diretos e indiretos, além de ser responsável, anualmente, pela arrecadação de algo próximo a R$23,1 bilhões de tributos e encargos.

Nós da ABOL, com nossos 31 associados, respondemos por algo como 32% desse total, o que representa, per si, a significância da entidade para o setor.

Para conhecer mais o setor, a ABOL e nossos projetos, navegue no nosso site (http://abolbrasil.org.br/), baixe os estudo realizado em 2015 com a KPMG Consulting, Mattos Filho, Veiga Filho e Marrey Jr. Advogados, com a participação da FDC - Fundação Dom Cabral (http://abolbrasil.org.br/estudo-completo), bem assim o último estudo produzido com a FDC, de 2018, onde tratamos e atualizamos o Perfil do Operador Logístico no Brasil (http://abolbrasil.org.br/pdf/1554746504.pdf).

Venha conhecer um dos mais vanguardistas setores logísticos em atuação no Brasil e no mundo.

Boa leitura!.

São Paulo, 09 de maio de 2019

Saudações,

Carlos Cesar Meireles Vieira Filho

XXXI ASAMBLEA GENERAL DE CIT, Montevideo, Uruguay, 6 y 07.05.2019 (Wide).pdf

Diretor Presidente da ABOL

(Para upload de curriculum,
acesse o site via desktop)